Diário de Campo – A Antropologia como alegoria

Diário de Campo – A Antropologia como alegoria

Vontade de pensar a antropologia como alegoria, o que não é mais do que a vontade de escrever, com os símbolos do poema, o pensado e o vivido dos personagens da própria Antropologia.

Capa de Livro: Diário de Campo – A Antropologia como alegoria

Vontade de pensar a antropologia como alegoria, o que não é mais do que a vontade de escrever, com os símbolos do poema, o pensado e o vivido dos personagens da própria Antropologia.

Data de Publicação:
Editora: Brasiliense
Gêneros:
Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *